A instrução SET é uma saída ativa com retenção, ela é ativada com um conjunto verdadeiro de condições. A instrução RST é uma saída especial vinculada (desativa), ela é ativada como um resultado de um conjunto verdadeiro de condições. Aparece sempre como último contato na linha de programação.

A instrução PLS é utilizada na detecção da transição de estado de desligado para ligado de uma lógica que ative essa instrução. Como resultado dessa detecção, um bit declarado no argumento da instrução, permanece ligado por uma varredura do programa.

A instrução PLF é uma saída ativa na borda de descida do sinal de entrada com duração de uma varredura do programa.